fbpx

Planned Pooling

Crochet

Olá a todos! Espero que este post vos encontre bem.

 

Hoje vou falar-vos de planned pooling no crochet. A principal ideia por trás desta técnica consiste em formular um padrão com recurso a um fio matizado que o permita.

 

Quando me deparei com esta técnica fiquei logo muito entusiasmada em experimentar e adquiri uns quantos fios para começar de imediato mas logo pude perceber que nem todos os fios matizados permitem pôr esta técnica em prática.

 

Para tal é necessário que as cores se repitam sempre na mesma sequência e que cada cor tenha sempre o mesmo comprimento ao longo do fio.

 

Exemplo de alguns fios que permitem fazer planned pooling crochet:

 

  • Caron – Simply Soft Stripes
  • Red Heart – Super Saver
  • Ice Yarns – GumBall
  • Katia – Magic Diamonds
  • Nako – Lolipop

 

Existe um site especialmente desenhado para ajudar com a tarefa de criar o padrão que o fio permitir – plannedpooling.com – e caso entendam necessário, se encontrarem dificuldades em usar, podemos falar sobre ele com uma pequena descrição de como funciona.

 

O projecto de hoje foi construído com o fio Caron Simply Soft Stripes na cor Madison Avenue e para a margem usei o fio Caron Simply Soft na cor Pagoda. Cada novelo tinha 215 metros (141 gramas) e, para uma mantinha de 70×100 cm, um novelo permite fazer cerca de 22 carreiras (dependendo da sequência de cores).

 

Vamos começar?!

MATERIAL

  • 1 agulha de crochet de  5 mm;
  • 5 novelos do fio Caron Simply Soft Stripes (Madison Avenue, 100% acrílico);
  • 1 novelo do fio Caron Simply Soft (Pagoda, 100% acrílico);
  • tesoura e fita métrica;
  • agulha de tapeçaria;
  • uma dose elevada de paciência! 😉
5x

PROCEDIMENTO

Antes de começar este projecto, devo deixar uma nota muito importante sobre a tensão de linha. Nem sempre a cor vai acabar no momento certo (sobrando ou faltando fio para terminar a cor) mas ajustando a tensão com que se trabalha o fio acabará por conseguir ajustar fazendo com que o padrão resulte. É claro que este ajuste se resume a MUITA PACIÊNCIA para desfazer a última cor e voltar a fazer os pontos mais ou menos apertados mas verá que no final irá valer a pena.

Para começar o seu trabalho, pode fazê-lo com a cor que escolher para a sua margem ou trabalhar com o fio matizado logo de início. 

1. Assim,  comece por fazer um cordão que tenha, pelo menos, 95  correntes (no caso, o cordão foi feito com a cor que viria a ser a margem da mantinha);

2. desbobine um pouco o novelo e descubra a primeira cor “inteira” (a cor que está na ponta do novelo pode já não servir para começar pois por já não estar completa pode ser mais difícil perceber onde é a sua metade);

3. encontrada a cor para começar, procure a metade do seu comprimento e a partir daí começaremos a construir o padrão;

4. com o cordão base feito, faça 3 correntes na última corrente do cordão (estas três correntes corresponderão ao primeiro ponto da sua carreira);

5. avance duas correntes e  faça u conjunto de 3 pontos altos na mesma corrente do cordão base;

6. prossiga fazendo conjuntos de três pontos altos a cada duas correntes de intervalo;

7. repita o ponto 6. até faltarem 3 correntes para o final das 95 correntes do cordão base;

8. na última corrente do cordão, faça apenas 1 ponto alto;

 9. de seguida faça 3 correntes e vire o seu trabalho;

10. após voltar o seu trabalho, irá encontrar um espaço – deixado pelo intervalo entre cada três pontos altos da carreira anterior – e nesse primeiro espaço encontrado, faça 2 pontos altos (as 3 correntes anteriores contam como um ponto alto);

11. passe imediatamente para o espaço seguinte e neste trabalhe 3 pontos altos;

12. repita o ponto 11. até ao final da carreira;

13. no final da carreira, faça 3 pontos altos no último espaço;

14. de seguida faça 3 correntes e volte o trabalho;

15. faça 3 pontos altos no primeiro espaço encontrado, deixado pela carreira anterior e prossiga do mesmo modo até ao último espaço;

16. por fim, faça um ponto alto sobre o primeiro ponto alto da carreira anterior;

17. repita o trabalho entre os pontos 9. e 16. até obter o comprimento desejado ou até acabarem os 5 novelos.

OURELAS DA MANTINHA

Para finalizar a mantinha, e dar-lhe um aspecto mais enquadrado, decidi fazer uma margem numa cor contrastante mas que estivesse dentro da mesma paleta de cores.

Para o efeito, aproveitei os espaços entre pontos altos (na horizontal) e os espaços entre carreiras (na vertical) para fazer conjuntos de 3 pontos altos entre os mesmos (conforme o procedimento abaixo).

Poderão optar por fazer outro tipo de margem que gostem mais e explorar outras combinações de cores.

 

PROCEDIMENTO PARA A OURELA

1. faça duas carreiras de conjuntos de 3 pontos altos entre os espaços horizontais e verticais;

2. na terceira carreira, comece por fazer um ponto baixo num dos espaços da segunda carreira e, de seguida, faça 3 correntes – repita até ao final da volta;

3. por fim, na quarta carreira, faça (nos espaços deixados pelas correntes da carreira anterior) 1 ponto baixo, seguido de 3 pontos altos e de novo 1 ponto baixo – repita até ao final da carreira.

Este é o resultado final desta mantinha feita em crochet com a técnica planned pooling. Ficou linda e vibrante!

Espero que também vocês tenham gostado e que se sintam inspiradas para fazer a vossa.

Se gostaram, partilhem e que nos deixem os vossos comentários.

Bom crochet!

1 Comentário

  1. Adorei. Vou tentar fazer.

    Responder

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pin It on Pinterest

Share This